Aplicativo desenvolvido pela Celepar agiliza atendimento dos policiais em acidentes de trânsito
13/03/2019 - 15:20

Destinado às ocorrências dos acidentes de trânsito com vítimas e exclusivo para policiais militares está disponível o aplicativo BATEU. O policial militar registra o boletim de ocorrências no próprio aplicativo, agilizando os trâmites e poupando o tempo dos policiais.

O aplicativo para a versão mobile já sendo utilizado quase que na totalidade pela Polícia Militar da capital, em breve estará disponível também no interior do estado. Para isso, a Secretaria de Segurança Pública do Paraná vai equipar a Polícia Militar do interior com aparelhos celulares que para que os policias possam fazer o registro do boletim via aplicativo.

Para o cidadão

O Boletim de Acidente de Trânsito Eletrônico Unificado (BATEU), é uma solução web da Celepar e permite aos usuários comunicar o acidente pela internet, evitando a perda de tempo e também de atrapalhar o trânsito em caso de acidente sem vítimas.

O envolvido em acidente de trânsito na área urbana, sem feridos, pode registrar o boletim pela internet em até 180 dias depois do acidente, acessando o endereço www.bateu.pr.gov.br. Após esse prazo, o registro pode ser feito em uma unidade da Polícia Militar. Para registrar o acidente de trânsito é necessário informar os dados pessoais, endereço, telefone, e-mail, dados do veículo (placa e renavam) e o máximo de informações dos demais envolvidos no acidente. O usuário pode acompanhar todo o andamento do processo pela internet.

No período de 7 de março de 2018 a 7 de março de 2019, foram registrados 89.105 ocorrências, destes 43.804 foram registrados pelo cidadão acessando a internet e o restante das ocorrências foram registrados pelos policiais . O BATEU foi construído para ser usado como uma ferramenta oficial e confiável do serviço público, servindo para fins de seguro ou ações judiciais, integrando as forças como a Secretaria de Estado de Segurança Pública, DETRAN, DER e Celepar.

Equipe

Camila Regina Furlan, Dulci Leia Sena Ribeiro, Jair Fernandes, Jones Paulo Pozzatti e Joserley Barbosa de Oliveira.