Celepar desenvolve projeto para reduzir uso de papel na emissão de passagens
10/09/2019 - 17:45

O bilhete de passagem eletrônico, também chamado de BP-e, é um novo modelo de documento que facilita a rotina fiscal das empresas de transportes rodoviários, ferroviários e aquaviários, padronizando o registro das informações de seus passageiros, com o auxílio de novas tecnologias e da integração dos sistemas. O projeto foi desenvolvido de forma integrada pela Celepar em parceria com as Secretarias de Fazenda das Unidades Federadas, Receita Federal do Brasil, representantes das empresas de transporte de passageiros e Agências Reguladoras do segmento de transporte.

Com o BP-e, não será mais necessário o uso de papel para emissão de passagens, como ocorre no transporte rodoviário, por exemplo. Desta forma, o projeto oferece vantagens para as empresas, para o fisco (conjunto de órgãos públicos responsável pela arrecadação de impostos, taxas e etc), para o cidadão e para os contabilistas, pois, além de contribuir com o meio ambiente, proporciona redução nos erros de escrituração, evitando multas; gera informações mais confiáveis; permite maior controle fiscal; reduz os custos em processos e sugere novas oportunidades de negócio.

Como emitir

O bilhete de passagem eletrônico é emitido através da Secretaria da Fazenda de cada estado, sendo necessário que o contribuinte possua assinatura digital. A emissão do BP-e pode ser realizada de qualquer local pois é feita eletronicamente, basta que o estabelecimento tenha um emissor credenciado.