Celepar desenvolve sistema de fiscalização para elevar o Paraná ao status de Livre da Febre Aftosa sem vacinação
13/08/2019 - 17:15

O “Corredores Sanitários” atende às exigências estabelecidas pelo Ministério da Agricultura, sendo uma das soluções de vital importância para que o Estado continue livre da febre aftosa sem vacinação. A Celepar aprimorou em parceria com a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (ADAPAR), um conjunto de projetos desenvolvidos, para melhorar, gerenciar e consolidar as atividades realizadas por veterinários, agrônomos e técnicos agropecuários da ADAPAR em todo o Paraná.

 

A fiscalização efetiva impacta diretamente na economia do Estado, pois evita a introdução e/ou consolidação de pragas biológicas (ácaros, insetos, fungos e bactérias) em vegetais, que podem causar algum tipo de dano ao ambiente ou à população. No trânsito animal, o sistema engloba informações sobre o destino e condições sanitárias, bem como a finalidade do transporte animal, preservando a qualidade dos produtos. Por meio da confirmação de saída de cargas em trânsito, a nova solução garante que não permanecerão animais dentro do Estado do Paraná por mais de 24 horas do seu ingresso declarado em um Posto de Fiscalização da Defesa Agropecuária.

 

A partir das informações de trânsito disponíveis no sistema e com um BI - solução de Business Intelligence, permitirá mapear e monitorar os principais corredores sanitários do Estado para entrada e saída de animais suscetíveis à febre aftosa.


De acordo com Henrique Americo Ribas, Analista de Sistemas da Celepar, estão sendo realizados os últimos ajustes para que o projeto possa entrar em funcionamento.