Metodologias utilizadas pela Celepar agilizam novas soluções para a administração pública do Estado
05/04/2021 - 14:33

A Celepar tem dentro de suas missões, descomplicar a vida do cidadão paranaense. Para atingir esse objetivo, são inúmeras formas e metodologias aplicadas em sprints e workshops, para entender a necessidade que um determinado órgão do Estado possui, construindo coletivamente alguma solução, e pensando tanto na facilidade da gestão da administração pública, quanto na população. 

Um dos exemplos aconteceu no início de março deste ano, o aplicativo Paranaprevidência foi lançado para aposentados e pensionistas usuários do serviço. O desenvolvimento do app foi realizado pela Celepar, a partir de um sprint online no ano passado, com equipes multidisciplinares que buscaram identificar os desafios da Paranaprevidência.

Esta abordagem procura ouvir e envolver os colaboradores das secretarias ou órgãos que solicitam os serviços da Celepar para entender os desafios a serem solucionados, e assim, a equipe encarregada busca insumos no público que será beneficiário dessas melhorias: o cidadão e outros entes da sociedade.

O presidente da Celepar, Leandro Moura, ressaltou a importância desta forma de atuação. “Ao unirmos o nosso conhecimento com o uso de diversas metodologias, conseguimos entender as reais necessidades das instituições do nosso Estado. Com isso, conseguimos agilizar entregas e propor novas soluções, que, nem sempre são tecnológicas, as vezes melhorias de processos internos já contribuem para o resultado final, que é descomplicar e desburocratizar a administração pública, melhorando a vida do nosso cidadão paranaense com serviços mais assertivos”.

Como funciona este processo

Fase 1: a partir da solicitação do cliente através da área de atendimento, a demanda é alinhada a partir de reuniões. Essa primeira etapa visa a aproximação do contexto do problema ou da necessidade emergente, e analisa as prováveis oportunidades que podem surgir de acordo com o tema. 

Fase 2: se dá em workshops que envolvem a equipe da Celepar e o cliente. Nesta etapa, as informações obtidas são organizadas de maneira visual, buscando apontar padrões que auxiliem a compreensão do todo e identificação de oportunidades e desafios, dependendo da estratégia definida para a demanda. O foco é a identificação de caminhos que levem à inovação e melhora dos problemas levantados. 

Fase 3: as equipes envolvidas estimulam a criatividade através de atividades colaborativas que geram ideias, utilizando ferramentas direcionadas ao contexto que está sendo trabalhado. As ideias criadas são, então, selecionadas em função dos objetivos pretendidos, da viabilidade tecnológica e das necessidades atendidas para serem validadas na etapa seguinte. 

Fase 4: consiste em duas subfases:

4.1:  Cocriação de propostas, realizada no formato de sessões de cocriação (workshops virtuais ou presenciais), envolvendo equipes multidisciplinares que incluem representantes da Celepar (equipes de inovação, prototipagem e técnica) e do cliente. O objetivo é desenvolver propostas visando as oportunidades de inovação levantadas na fase anterior.

4.2:  Priorização de propostas e definição de ações. Além de desenvolver as propostas, o grupo multidisciplinar ainda tem a responsabilidade de priorizar as propostas e definir a continuidade das ações.

Fase 5: uma vez definidas as ações e propostas a serem desenvolvidas, o encaminhamento pode acontecer através de dois desdobramentos. O primeiro é um protótipo de baixa fidelidade do serviço pensado, com o intuito de tangibilizar a proposta para o cliente e testá-la com o usuário (cidadão). Isso garante uma maior assertividade no investimento que será feito no desenvolvimento do produto final. A segunda opção é o plano do projeto, que define as principais características da proposta em forma de projeto, utilizando o Project Model Canvas (com descrição do projeto, stakeholders e planejamento de negócio).  

Cases 

Além do aplicativo da Paranaprevidência, outros projetos também ganharam vida a partir dos pitchs realizados pelos colaboradores da Celepar com os clientes, dentre eles a Farmácia e Atenção primária para a Secretaria da Saúde do Paraná (SESA); o portal de Pessoas com Deficiência, para a Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (SEJUF); o dashboard do Projeto Harpia, para para a Controladoria Geral do Estado (CGE); o dashboard de informações da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), e o novo sistema de atendimento aos municípios do Paranacidade.

Últimas Notícias