Casa Civil

Celepar

07/03/2017

Paraná terá novo curso de formação para gestores dos Espaços Cidadãos

O Governo do Estado lançou nesta terça-feira (7), no Centro Integrado de Informações Estratégicas (CIIE) da Celepar, em Curitiba, a 2ª turma do programa de formação continuada para gestores dos Espaços Cidadãos. Mais de 400 gestores de 212 municípios paranaenses estão inscritos no curso, que será ensinado na modalidade a distância.

Os Espaços Cidadãos, que fazem parte do Cidadania Digital – programa do governo estadual que visa promover a inclusão e a emancipação digital em todo o Estado –, são locais físicos e virtuais, que funcionam como centros de inclusão. Neles, os cidadãos podem utilizar gratuitamente a internet, fazer cursos de aperfeiçoamento profissional e acessar os serviços oferecidos pelo Governo do Estado. No Paraná, há 397 espaços, localizados em 338 municípios.

Para o secretário de Assuntos Estratégicos, Flávio Arns, os gestores são essenciais para o sucesso dos Espaços Cidadãos. “Para algo funcionar, é sempre necessário um coordenador atuante. Por isso, queremos gestores cada vez mais qualificados e bem formados para orientar a população e a comunidade”, disse .

Arns também ressaltou a importância da capacitação para o crescimento profissional dos participantes. “Isso vai ajudar na progressão de carreira deles, já que vão receber um certificado emitido pela Universidade Federal do Paraná”, relatou.

O presidente da Celepar, Jacson Carvalho Leite, destacou a relevância dos Espaços Cidadãos. “São locais que propiciam ao cidadão acesso mais fácil aos serviços públicos disponíveis na internet, bem como a possibilidade de participar de cursos a distância ou presencial.”

Leite lembrou que a Celepar oferece gratuitamente cursos de formação básica sobre computador, internet e redes sociais à população da terceira idade. “Desde o lançamento do programa, em novembro de 2013, mais de três mil pessoas participaram da capacitação em 35 cidades paranaenses. Alguns desses cursos foram realizados nos Espaços Cidadãos”, disse.

Formação

O curso de formação para gestores, que tem carga horária de 48 horas, é dividido em cinco módulos: Gestão e Uso do Espaço Cidadão; Gestão de Atendimento ao Público; Gestão do Processo de Inclusão Digital; Gestão do Uso de Serviço Eletrônico; e Gestão do Acesso à Formação e Qualificação. Os certificados são assinados pela UFPR.

Parceria

A Universidade Federal do Paraná é parceira da Secretaria para Assuntos Estratégicos e da Celepar no programa. Outras instituições que contribuem com o desenvolvimento do curso são a Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Sebrae, Senai, Associação dos Municípios do Paraná e Instituto de Tecnologia e Dignidade Humana.

No primeiro programa de formação continuada, que aconteceu em junho de 2016, 288 gestores de 238 municípios paranaenses foram capacitados. Uma delas foi a funcionária pública Quiteria Batista da Silva, que por cinco anos foi gestora do Espaço Cidadão de Pontal do Paraná, no Litoral do Estado.

“O curso foi muito gratificante porque, além de eu ter aprendido a ser uma gestora melhor, eu também tive treinamentos sobre como atender a população e a comunidade”, conta.

Presenças

Também participaram da solenidade de lançamento do programa o pró-reitor da UFPR, Eduardo Salles de Oliveira Barra; o coordenador de políticas públicas do Sebrae, Luiz Marcelo Padilha; e a gerente de educação profissional tecnológica do Senai, Vanessa Sorda Frason. Pela Celepar, além do presidente Jacson Leite, marcaram presença no evento os diretores Danilo Scalete e Luiz Fernando Ballin Ortolani, além de Jeferson Pereira da Costa, Maurício de Oliveira Ferreira, Edgar Leandro Machoski, Ataide Prestes de Oliveira Júnior, Reginaldo Oliveira, Eduardo Cordeira e Dircélia Alessi.

Espaços foram utilizados mais 3,5 milhões de vezes

Desde 2006, os Espaços Cidadãos foram usados cerca de 3,5 milhões de vezes no Estado. Nesse período, os paranaenses fizeram pesquisas escolares, buscaram emprego, utilizaram os serviços públicos e completaram cursos de formação. Só em 2016 foram mais de 50 mil usos, segundo dados da coordenaria do Programa Espaço Cidadão.

“As pessoas podem utilizar o espaço para fazer capacitações diversas, como cursos de inclusão digital e até de línguas. Nós, inclusive, estamos fechando uma parceria com o Instituto Confúcio, da China, para oferecer uma modalidade de língua chinesa”, conta o secretário Flávio Arns.

Os cidadãos podem encontrar as capacitações ofertadas pelos Espaços Cidadãos no site da Secretaria para Assuntos Estratégicos (www.seae.pr.gov.br).
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.