Casa Civil

Notícias

20/03/2017

Informações agropecuárias de produtor e propriedade passam a ser centralizadas em solução desenvolvida pela Celepar

A fim de centralizar informações de seu interesse, a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Paraná (ADAPAR), em conjunto com a Celepar, desenvolveu o projeto estruturante que realizou a unificação, atualização e sincronização das bases de informação de Produtores e Propriedades. Com isso, as áreas de saúde animal, sanidade vegetal e trânsito agropecuário compartilham as informações que antes estavam distribuídas em sistemas específicos de cada área.

Dessa forma, a agência dispõe de uma ferramenta que consolida informações sobre a propriedade, seus produtores, suas explorações, sua movimentação (por exemplo Guias de Trânsito Animal - GTA e Permissão de Trânsito Vegetal – PTV) e, futuramente, suas fiscalizações, notificações e autuações.

“Além da migração e sincronização, o projeto atendeu a legislação e integração com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, identificando as propriedades através de um código único gerado baseado no Estado e município de localização. Isto elimina a necessidade de sempre informar número do INCRA, documento exigido antes da adequação porém nem todas as propriedades tinham obrigação legal de possuir”, informou Ricardo Strique, um dos responsáveis pelo projeto.

No projeto, a Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar – DAP/PRONAF, documento que isenta produtores do pagamento de taxas de serviços, foi atualizada e evolui para o controle de sua vigência, de modo a permitir uma gestão adequada deste programa pela ADAPAR.

Segundo Strique, foram processados e tratados um volume de dados de mais de 800 mil produtores e 350 mil propriedades, que ao final do processo de migração foram adequados às novas regras cadastrais da ADAPAR e, em conformidade com a legislação, permite uma visão real, atualizada e georreferenciada, das unidades produtivas do Paraná.

Este projeto foi encabeçado pelo analista Ricardo Strique em conjunto com o analista Henrique Américo Ribas e apoiado pela equipe da Coordenação de Sistemas de Informação da Celepar A3 (COSIN-A3) que atende a ADAPAR: José Fabrício Menezes dos Santos, Luana Boganika Acosta, Luciana Reis, Michel Wesley Sugimoto e Thiago Radi Mendes.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.