Casa Civil

Celepar - Municípios

06/07/2017

Paraná já tem plataforma de Governo Digital para facilitar a vida do cidadão

O Paraná dá mais um passo em direção à informatização dos serviços públicos e ampliação da interatividade online com o cidadão com a apresentação da plataforma Governo Digital, um portal onde as pessoas poderão emitir documentos e certidões, fazer consultas a processos, agendar atendimento e acessar outros serviços sem a necessidade de ir às repartições do Estado. O sistema foi apresentado a secretários, equipes administrativas e diretores de empresas públicas nesta quinta-feira (6), em Curitiba.

O site do Governo Digital começou a ser construído no ano passado e está em fase final de desenvolvimento. O lançamento ao público deve acontecer no segundo semestre. A plataforma já está alinhada com a lei 13.460, sancionada em junho passado, e que dispõe sobre os direitos dos usuários de serviços públicos. “Nos antecipamos e o Paraná deve ser o único Estado já adaptado à nova lei”, informou o secretário da Comunicação Social, Deonilson Roldo, que coordena o Comitê de Qualidade da Gestão do Governo do Estado.

Ele explicou que o principal objetivo do Governo Digital é garantir à população um atendimento cada vez mais desburocratizado, direto e rápido, conforme determinação do governador Beto Richa. “O setor público tem que acompanhar a evolução tecnológica e cabe aos gestores propor soluções para facilitar e simplificar a interação do Estado com o cidadão”, afirmou Roldo. “A tecnologia também contribui para a melhoria do desempenho do servidor”.

Parceria

O projeto foi desenvolvido pela Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar), em parceria com a Secretaria de Comunicação Social, e envolverá, a partir de agora, todos os órgãos da administração pública estadual. O site foi criado para agilizar os serviços prestados pelo Estado, trazer mais transparência, estabelecer critérios de avaliação e monitoramento, como informações sobre prazos, descrição de todos os serviços disponíveis.

“É uma proposta moderna de simplificação de processos para que o Estado ofereça uma prestação de serviços mais eficaz, resolutiva e definitiva para a população”, disse o secretário da Comunicação Social. “Nós temos o compromisso de fazer com que o uso da tecnologia facilite o acesso do cidadão ao serviço público e que suas demandas sejam atendidas da melhor forma e no menor prazo possível”, completou.

A diferença entre o Governo Digital e o atual portal do cidadão do Governo do Estado está na possibilidade de personalização do conteúdo conforme o perfil do usuário. São três formatos diferentes: o anônimo, que não pede nenhum dado do usuário e em que todos os cidadãos recebem as mesmas informações; o identificado com CPF, que apresenta serviços gerais e informações direcionadas àquele usuário, sem revelar quem é a pessoa; e o autenticado, cujos serviços são personalizados de acordo com o perfil do cidadão.

Neste último formato, o mais completo dos três, o site apresenta layout exclusivo e usa métricas e algorítimos específicos para cruzar os dados do cidadão e indicar serviços relevantes. “O site é mais dinâmico e interativo. O usuário tem a possibilidade de receber de forma proativa informações de seu interesse. Estamos estimulando a comunicação bilateral, entre governo e sociedade”, afirmou o diretor de tecnologia e comunicação da Celepar, Danilo Scalet.

Segundo Scalet, a primeira versão do Governo Digital deve trazer serviços prioritários, que ainda estão sendo avaliados, mas a determinação é que todos os órgãos do Estado devem apresentar sugestões de serviços para que sejam integrados ao site. “Vamos promover uma profunda transformação no mecanismo de interação do poder público com a sociedade”, afirmou.

Identidade digital

O requisito para o acesso totalmente personalizado é a Identidade Digital, um sistema paralelo que registra a partir da biometria os dados pessoais do cidadão. Para isso, o Governo Digital atuará em parceria com órgãos que já trabalham com o sistema de biometria para conseguir cadastrar os usuários. O cadastro é voluntário e os dados serão mantidos em sigilo.

Depois de cadastrada a digital, a cada acesso ao site o cidadão receberá um token (senha virtual numérica) por SMS no seu celular e com a sequência dos números terá acesso irrestrito ao site. A medida assegura maior controle e segurança ao usuário.

Fonte: Agência Estadual de Notícias
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.

  • Facebook

Central de Atendimento

  • Enviar mensagem
  • Chat on-line
  • Regionais
  • WhatsApp
  • Solicitação de Serviços
  • LOJA DA CELEPAR
  • Banner trânparência PTE
  • banner transparência