Casa Civil

Notícias

04/09/2017

Celepar é finalista do Prêmio Sesi ODS

A Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná – Celepar, através do projeto de Inclusão Social da Pessoa Idosa, é finalista do prêmio Serviço Social da Indústria (Sesi), voltado aos Objetidos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), na categoria Setor Público. A cerimônia acontecerá no dia 17 de outubro, durante o Crongresso Sesi ODS, na cidade de Curitiba.

A projeto é uma ação de capacitação de pessoas idosas e apresenta duas modalidades do curso. Uma delas é a utilização de computador ou notebook, com carga horária mínima de 12 horas, e a outra é por meio do smartphone de cada participante, com carga horária mínima de 9 horas. Destinado a pessoas com mais de 60 anos, ele prevê noções básicas da utilização do computador e ambientes virtuais.

Segundo Dircélia Maria Alessi, integrante do corpo de instrutores do Projeto, "a importância do programa para a sociedade é que teremos mais pessoas independentes e com autonomia em buscar informações, opinar em redes sociais, pesquisar utilidades públicas, diminuindo filas nos balcões de atendimento. É o mundo virtual nas mãos, com muita coisa boa pra ocupar o tempo, a cabeça e deixar de lado a solidão".

Além do conteúdo programático, a Celepar responde pela instrutoria do curso, pelo material didático, bem como pela certificação dos participantes.

O Prêmio Sesi tem por objetivo promover o reconhecimento das boas práticas desenvolvidas, tanto por organizações privadas quanto públicas, que atuam em prol dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Para participar da premiação, cada empresa inscreve um projeto ou programa em uma determinada categoria. Estes serão avaliados por uma comissão julgadora específica.

Outros finalistas


Além da Celepar, também são finalistas o Batalhão de Patrulha Escolar Comunitária, com o projeto POP Prevenção, o Núcleo Regional de Educação de Cascavel, por meio do projeto Escolas Mais Humanizadas, a Secretaria Estadual de Saúde (1ª Regional Litoral), com o projeto Conscientização e controles de doenças transmitidas por vetores e o Tribunal de Justiça do Paraná, através do projeto Circulando Relacionamentos.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.