Rede socioassistencial

O que é

A pessoa ou família em situação de vulnerabilidade social, quer por pobreza, por não ter acesso a serviços públicos, pelo isolamento de outras pessoas ou por fragilização de vínculos, tem à disposição os CRAS - Centros de Referência de Assistência Social. O CRAS é a porta de entrada para famílias, seus membros e indivíduos terem acesso a serviços, benefícios e projetos de assistência social.

São ofertados o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) e o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Lá, é possível se inscrever no Cadastro Único (CadÚnico), para ter acesso a programas sociais do governo federal, como o bolsa família, por exemplo.

Atenção! Quem precisa de acolhimento especial, por estar em situação de risco social, com seus direitos violados ou ameaçados pode recorrer aos CREAS - Centros de Referência Especializado de Assistência Social.

Essas unidades têm profissionais especializados para acolher pessoas que sofreram abandono, maus-tratos físicos ou psicológicos, abuso sexual, discriminação por orientação sexual, raça ou etnia ou por cumprirem medidas socioeducativas. O serviço também presta apoio e orientação a usuários de substâncias psicoativas, pessoas em situação de rua ou de trabalho infantil.

Também prestam informações, e realizam encaminhamentos a outros serviços públicos que prestam apoio, atendimento e acolhimento.

Como solicitar

Existem CRAS em todas as cidades do Paraná. As pessoas em risco devem procurar o CREAS. Caso a cidade não tenha esta unidade, pode procurar o CRAS, que faz o encaminhamento para a equipe de proteção especial do município.

Consulte onde encontra os serviços e equipamentos de assistência social disponíveis em sua cidade.

Prazo

Cada serviço tem prazo específico.

O que diz a lei

Lei do SUAS (Sistema Único de Assistência Social) nº 12.435, de 6 de julho de 2011 - regulamenta todos os serviços da Assistência Social.