Análise de solos e de tecido vegetal

O que é

As análises de solos e de tecido vegetal ajudam o agrônomo a tomar decisões no campo. O Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR), em Londrina, realiza essas análises.

Na análise química são determinados pH, alumínio (Al), hidrogênio + alumínio (H + Al), fósforo (P), cálcio (Ca), magnésio (Mg), potássio (K) e matéria orgânica (MO), que definem a aplicação de calcário e fertilizantes no solo.

Já na análise física é feita uma investigação sobre a quantidade de argila, silte e areia, elementos que definem a "textura do solo". É uma informação muito importante na agricultura, já que está relacionada à movimentação, retenção e disponibilidade de água, ar e nutrientes, além da suscetibilidade à erosão e resistência à penetração das raízes de plantas, dentre vários outros processos.

A análise de tecido vegetal avalia teores de nitrogênio (N), fósforo (P), potássio (K), cálcio (Ca), magnésio (Mg), cobre (Cu), zinco (Zn), boro (B) e manganês (Mn) em raízes, caules e folhas, e possibilita conhecer o estado nutricional das plantas. É um diagnóstico fundamental para definir uso de tecnologias e práticas de manejo das lavouras.

Como solicitar

As amostras (de solo ou de tecido vegetal) devem ser entregues no IAPAR, na rodovia Celso Garcia Cid, km 375, em Londrina. Mais informações pelo telefone (43) 3376-2251 ou e-mail labsolos@iapar.br.

Tanto em análises de solo quanto de tecidos vegetais, o interessado sempre deve buscar orientação de um agrônomo sobre os procedimentos corretos na coleta de amostras que serão encaminhadas ao laboratório.

Prazo

Resultado fornecido em 15 dias.

Forma de atendimento:

Integralmente Presencial

Quanto custa:

Varia conforme o tipo de análise