Celepar está entre as 500 maiores empresas do Sul do País

Empresa mais uma vez se classifica em ranking elaborado em consultoria nacional e internacional
Publicação
24/11/2021 - 11:45
Editoria

A Celepar está entre as 500 maiores empresas do Sul do País, informação obtida num ranking recentemente elaborado pelo Grupo Amanhã, em parceria com a consultoria internacional PricewaterhouseCoopers (PwC).  Além da Celepar, mais 178 companhias do Estado também figuraram nesta classificação.

"É muito satisfatório poder celebrar esse momento com ótimos resultados da economia do Paraná. É inegável o papel fundamental das empresas para alavancar nossa economia. Nós do Paraná estamos empenhamos para por em prática programas que promovem a recuperação econômica, apoiando o empresariado, facilitando a vida de quem produz", afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

De acordo com o presidente da Celepar, Leandro Moura, "estar entre as maiores representa o reconhecimento dos esforços diários em construir soluções que facilitem a vida das pessoas. “Estar entre as maiores empresas paranaenses após quase dois anos de pandemia e em meio a uma retomada representa um marco histórico na empresa. Temos que enaltecer esse feito e buscar, cada vez mais, a inovação".

Com o resultado, o Paraná mantém vantagem sobre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, no aspecto de receitas: R$ 270,2 bilhões – valor 13,4% maior que a soma das representantes catarinenses (R$ 238,1 bilhões) e 17,9% maior que a das gaúchas (R$ 229,1 bilhões).

Posições do Ranking

A Copel ficou em terceiro no ranking, seguida pela Sanepar, em 18º, BRDE (48º), Fomento Paraná (97º), Cohapar (155º), Portos do Paraná (219º), Celepar (367º) e Ferroeste (417º). 

Para o governador, o ótimo resultado obtido pelas companhias paranaenses ratifica o bom desempenho da economia do Estado em 2021. “Até setembro, a indústria paranaense alavancou 13,3% e ficou entre os três melhores resultados do País. O saldo de empresas do Estado cresceu 10% até outubro, mostrando que a retomada da atividade econômica pós-pandemia. O PIB do Paraná cresceu 4,2% no primeiro semestre deste ano e a geração de emprego tem batido o recorde da história: 168 mil novas vagas formais geradas no Estado de janeiro até setembro”, disse.

Mais destaques

Outro destaque foi o desempenho das cooperativas paranaenses, que também figuraram entre as 500 maiores. Elas já são destaques globais e planejam faturar R$ 200 bilhões nos próximos anos.

A Coamo Cooperativa Agroindustrial, de Campo Mourão, ficou em sexto lugar; a C.Vale, de Palotina, em 15º lugar; e a Cooperativa Agroindustrial Lar, de Medianeira, em 17ª colocação. Já a Cooperativa Copacol, de Cafelândia, ficou em 35º colocação; a Agrária, de Guarapuava, em 42º; a Integrada Cooperativa Agroindustrial, de Londrina, em 47º; e a Frísia, de Carambeí, em 49º. Há mais além das primeiras 50 colocadas.

Na lista das 10 primeiras entre as 500 maiores, além da Copel, estão outras três paranaenses: Klabin, Rumo e Itaipu Binacional.

Consulta ao ranking

O ranking completo e detalhado das empresas paranaenses pode ser acessado aqui.

Últimas Notícias