Ciclistas podem cadastrar informações sobre suas bicicletas no Governo Digital
26/11/2018 - 14:25

Os ciclistas do Paraná podem, a partir de agora, cadastrar informações sobre suas bicicletas, como número de série, marca e cor, no Governo Digital. O projeto Minha Bike Segura foi lançado pela governadora Cida Borghetti dia 11, em Curitiba, e vai ajudar a coibir furtos e roubos de bicicletas.

No evento de lançamento, no Palácio Iguaçu, os ciclistas puderam se cadastrar no Governo Digital e registrar suas bicicletas no site. “Essa nova funcionalidade vai facilitar a localização e a resolução de casos de furtos de bicicleta em todo o Estado do Paraná”, disse Cida. “O ciclista vai poder colocar na plataforma, além do número de série e da cor, informações sobre a nota fiscal e até fotos do veículo”, afirmou a governadora.

Nesse primeiro momento, a funcionalidade tem como objetivo formar um banco de dados com informações sobre as bicicletas do Estado, algo que ainda não existia. Em uma próxima etapa, a polícia terá acesso a essas informações, o que dará mais condições de encontrar uma bike roubada.

“A ideia do projeto é trazer mais segurança para quem pedala. Com o cadastro da bicicleta, a Delegacia de Furtos e Roubos pode consultar o banco de dados do Governo Digital e localizar o proprietário”, explicou o coordenador do programa, Marco Aurélio Barbosa.

Ampliação

O Governo do Estado estuda, ainda, utilizar o banco de dados da Secretaria de Estado da Fazenda para que a cada compra de uma nova bicicleta o proprietário receba um aviso por SMS e faça automaticamente o cadastro no Governo Digital. Outra proposta é criar bancos de dados para cadastrar outros objetos, como celulares, para também coibir os furtos e roubos.

A Delegacia de Furtos e Roubos, em Curitiba, atende diariamente ciclistas que tiveram seu veículo furtado ou roubado, afirmou o delegado-adjunto Emmanoel David. “É muito difícil em uma investigação saber o destino dessa bicicleta. Com esse sistema, os policiais podem fazer essa verificação. Na abordagem dos receptadores, será possível confirmar pelo número de série se a bicicleta é ou não roubada”, explicou.

Governo Digital

No ar desde o início deste ano, o Governo Digital (www.governodigital.pr.gov.br) integra os sistemas do Estado e disponibiliza, em um único lugar, centenas de serviços ao cidadão, desde a consulta a assuntos relativos à carteira de habilitação até a consulta ao boletim escolar dos alunos da rede pública estadual.

Para ter acesso aos serviços ofertados no Governo Digital é necessário ter a Identidade Digital, disponível para quem fez recentemente uma coleta biométrica por meio da emissão de documentos como a Carteira Nacional de Habilitação ou a Carteira de Identidade.

Quem ainda não fez, pode procurar os postos e totens do Detran ou do Instituto de Identificação do Paraná para fazer o cadastro. Ainda assim, mesmo quem não cadastrou a biometria pode se conectar ao site para acessar as informações sobre os diversos serviços do governo estadual.

Celepar

O Minha Bike Segura ganha destaque por fazer parte da plataforma do Governo Digital, que possui mais de 200 serviços públicos de maneira personalizada e foi desenvolvida pela Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar). Quando o cidadão possui o nível de autenticação mais alto, o cadastro biométrico, estará disponível o Minha Bike Segura.

Maria Teresa Rodrigues Pahl, gerente de Sistemas de Informação (GSI-B), destacou os desafios do projeto, em que “desenvolver o Minha Bike Segura foi bem interessante para a nossa área por ser uma aplicação voltada aos cidadãos, no modelo do Governo Digital, com o intuito de apoiar a população em seus anseios de segurança e de ter o poder público como um aliado. O desenvolvimento esteve sob a responsabilidade do nosso colega Luis Rafael Lang, que fez um excelente trabalho com boas ideias e agilidade para atender a demanda no tempo necessário e com muita qualidade”.

Ainda, ao produzir a solução a Celepar ouviu as demandas da população, segundo Guilherme Paim Mendes, da Coordenação de Desenvolvimento de Soluções em Telecomunicações, dizendo que “o processo de desenvolvimento foi facilitado com o apoio de entidades de ciclistas como a Cicloiguaçu, Federação Paranaense de Ciclismo, Pedal Cajuru e a Celepar, que além de toda a tecnologia contribuiu significativamente através do Programa Transporte Livre, um caso de sucesso no apoio corporativo ao empregado ciclista".

“Essa demanda surgiu diretamente no gabinete da Governadora, através da informação de que cerca de 20 bicicletas são roubadas todos os dias no Paraná e quando a polícia recupera muitas vezes não tem as ferramentas para encontrar o dono. Agora estamos trabalhando na integração com o boletim de ocorrência eletrônico e uma ferramenta de consulta ao banco de dados, garantindo a efetividade da solução”, disse a empregada da Celepar Luciana Aparecida Antunes Becker.

Fonte: Agência Estadual de Notícias

Confira as fotos